domingo, 17 de maio de 2009

Confisco de renda.

O ex-prefeito maluquinho, Cesar Maia, lembrou em seu ex-blog, que quando o então presidente Fernando Collor de Melo fez o confisco de nossa poupança, o valor de referência era de 50 mil cruzados (ou coisa parecida).
Nosso amado presidente Lula, determinou que todos os depósitos acima de 50 mil reais serão taxados pra evitar que a poupança cause um estrago irreversível no equlíbrio da economia nacional. Simples coincidências de números e ações.
Ora, caceta! Vocês conseguem entender isso? Explicação mesmo, de verdade eles não dão. Não sou economista, mas não consigo imaginar que depósitos em uma poupança possam desiquilibrar a economia de um país. Tudo bem que eu seja um completo ignorante no economês, mas racionalmente isso não faz nenhum sentido. Pura manipulação e especulação. Uma justificativa legal pra nos roubar.
O que faz sentido pra mim, é que mais uma vez o governo, como fez Collor e sua corja, se apropria da economia polpular pra assaltar a grande maioria dos brasileiros que não tem como se defender nem evitar de serem descaradamente roubados pelos economistas de plantão.
Como na charge acima, o caso se trata simplesmente de retirar um único pernil pra engrossar o caldo da feijoada que vai alimentar a política corrupta. O resto do porquinho pode sair andando por aí, se esfalfando pra gerar mais recursos pra serem taxados. Afinal de contas o governo ainda deixou as outras três pernas pra isso! E Lambam!
Viva o país da população cordata e resignada!

24 comentários:

  1. "mais uma vez o governo, como fez Collor e sua corja, se apropria da economia polpular pra assaltar a grande maioria dos brasileiros"

    Na verdade só 1% dos brasileiros tem mais de R$50.000,00 na poupança

    ResponderExcluir
  2. O que não muda em nada o assalto! Assaltar em 1% ou 90% não diminui a infração! É exatamente como no caso do caçador de Marajás, que também justificou a apropriação do dinheiro alheio argumentando que só 1% do povo brasileiro tinha mais de 50.000 cruzados na poupança.
    E essa corja não engana ninguém. Se eles se movem nessa direção é por que tem muito a ganhar com isso. Não se preocupariam com somente 1% da população abastada que deve ser contida pra não desiquilibrar a economia com seus milhões na poupança. Ofereceriam incentivos para a aplicação do dinheiro em produção, crescimento. Conversa pra boi dormir, mas o povo ainda vai acordar pra isso.
    Eles são tão covardes quanto você, que tenta me desqualificar mas não tem coragem pra se identificar.

    ResponderExcluir
  3. CONCORDO com o IQUE em cada virgula!

    ResponderExcluir
  4. Opa, foi mal por não identificar (como se fizesse alguma diferença fazer isso na internet).
    Não falei que concordava com o imposto, só ressaltei que não é a "grande maioria". Pode ser errado taxar por vários motivos inclusive os que você citou, mas dizer que vai lesar a maioria dos brasileiros é errado.
    Não há necessidade de chamar de covarde ou o que quer que seja, não acho que meu comentario discordando de parte do que foi escrito vai te desqualificar, só achei que valia a pena a discussão.

    ResponderExcluir
  5. Hi there!!
    Thank you for following my blog.
    Your work is great!!
    Very true likenesses and fantastic character to all your poses!!
    Just noticed that you are from Rio de Janeiro.
    When i was a student, i made an 2d animated film set in the Rio favellas.
    There is a link to it on my blog. you maybe interested to watch it

    i have written a small description about below:

    FAVELADOS TELLS THE STORY OF TWO ORPHANED CHILDREN LIVING IN THE FAVELAS OUTSIDE OF RIO DE JANEIRO, BRAZIL.
    EMMANUEL, THE YOUNG SHOE SHINE BOY FACES THE BURDEN OF HIS UNWELL SISTER RIA. ALL THAT HE PRAYS FOR IN HIS POVERTY STRICKEN WORLD IS THAT HIS SISTER IS HAPPY ONCE MORE.


    Hope you like it.
    Please i would love to know what you think of it, or pass it on to any one you think maybe interested in it.
    best wishes and many thanks.x

    ResponderExcluir
  6. Felipe Martins,
    Acho que se você critica algo ou alguém, faz toda a diferença se identificar pra poder se discutir com civilidade.
    Perdoe-me por te chamar de covarde, mas eu tenho tido comentários anônimos agressivos, e que não deixam direito de defesa. Isso é covarde.
    Eu não seleciono os comentários que podem entrar aqui. É democrático, que todos possam se manifestar.
    Não sou economista e nem entendo o economês. Quando eu digo que vai afetar a maioria da população, é a maioria que tem realemnte algo lá na poupança, que levou uma vida inteira guardando e que vai ser assaltado, a pretexto de salvar o equilíbrio da economia.Meu comentário não é técnico, é crítico, indignado.
    Ao pé da letra, a maioria da sofrida população brasileira nem salário tem. Percentualmente, nós que temos oportunidades, somos uma minorira "esmagadora". Mas essa minoria é que sempre paga a conta dos mandos e desmandos do governo. E cada um que entra, muda as regras ao bel prazer, e faz o que quer e na hora que quer.
    Você mesmo com certeza está incluso nessa minoria. E não se sente lesado, manipulado, assaltado?

    ResponderExcluir
  7. As vezes me pergunto, onde estamos com a cabeça em aceitar tantas falcatruas? Eles entram e saem, mas nada muda!
    Aliás, muda sim, pra pior... cada vez mais...
    Somos um país que possui uma carga tributária violentíssima, a cada bala que compramos, as garras do governo estão presentes...
    E aonde vai toda essa arrecadação?
    Os serviços públicos estão cada vez mais precários, decadentes, humilhantes...
    Em contra-partida, senhores juizes do STF querem ganhar mais de VINTE E SETE MIL REAIS POR MÊS! Senhores deputados levam a família pra conhecer a Disneylândia as nossas custas!
    E ainda têm a cara de pau de pedir a nossa CONFIANÇA...

    ResponderExcluir
  8. Ah antes que eu me esqueça..
    Ique, aguardo sua visita em meu blog...
    http://tiagosilvacartoons.blogspot.com/

    Ficaria muito honrado em receber seus comentários e dicas ao meu trabalho.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ique!
    Finalmente comprei um tablet. Mas estou encontrando dificuldade em lidar com ele.
    Com certeza não é uma mesa digitalizadora profissional daquelas em que se desenha na propria tela.
    Gostaria de ter algumas dicas suas.
    Obrigado.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Quando coloquei anônimo foi por ser a opção mais facil de fato, deveria ter escrito meu nome desde o início, anônimos não tem credibilidade (e as vezes não devem ter mesmo) e não me dei conta que discutir com alguém que não se identifica é realmente muito chato.

    Agora sobre a postagem.
    Com essa crise pôde-se ver como o governo protege o grande investidor a qualquer custo usando o dinheiro público (esse dos impostos, hehe)pra comprar ativos sem valor para salvar grandes empresas, isso não é exclusividade do governo brasileiro diga-se de passagem, dinheiro esse que poderia ter sido utilizado de maneiras mais proveitosas, e não preciso dar exemplos. Quando soube que haveria um imposto sobre a caderneta de poupança a principio achei absurdo também, mas ao ver que seria cobrado do 1% mais rico da população pensei que talvez fosse um movimento em direção à alguma justiça, afinal iriam cobrar daqueles a quem estavam de alguma forma ajudando.

    ResponderExcluir
  11. Felipe,
    Desculpe mais uma vez a minha reação intempestiva.
    A verdade é essa mesmo que você está falando. Os governos no mundo todo correm pra proteger os grandes investidores. Colocam o dinheiro nessas empresas.
    Por isso acho que o caso da pupança é contraditório. E é evidente que embora os ganhos da poupança se apresentem mais atraentes, isso é uma coisa passageira. As ações e outros fundos vão logo retomar seu nível normal e esses detentores da grana vão correr pra lá.
    Historicamente temos esse movimento em todos os governos. Acho que é só uma cortina de fumaça, um boi de piranha. Uma pseudo defesa do pequeno investidor, enquanto o resto da boiada atravessa o rio sem ser molestada.
    Eu não acedito mais. Estou cansado dessa velha hist´ria.
    Obrigado pela consideração, e venha sempre pra podermos debater esses assuntos que nos afetam a todos.
    Forte abraço
    Ique

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Mauro,
    Que maravilha. Vc vai descobrir que a mesa pode fazer mágica, desde que sua mão a conduza, é claro. Rsrsrs!
    Espero que tenha sido uma Wacom. Eu só trabalho com elas, e mesmo as mais simples tem recursos suficientes pra se divertir bastante.
    Depois de instalá-la em sua máquina, vc deve ir ao site da Wacom e baixar o drive correspondente a ela. Depois de instalado o drive, vc tem que fazer o setup personalizado de sua tablet (se vc é destro, com quanta pressaõ na caneta vc se adequa, etc)
    Ai então vc pode começar a fazer os ajustes finos nos pincéis do photoshop, ou criar seus prórpios pincéis e setá-los só pra vc.
    Divirta-se, e qualquer dúvida me fale.
    Abs
    Ique

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ique!
    Puxa, não é um Wacom, mas estou começando a domar a fera (rsrsr). Aos poucos vou pegando o jeito. Quando sair alguns trabalhos te aviso pra poder ter o sua crítica,ok?
    Muito obrigado pela força!!
    Parabéns pela sua obra.
    Grande abraço!
    Mauro

    ResponderExcluir
  15. Hi Tori,
    Thank you. Your work is great too. Your trace is very consistent despite your low age. Congratulations.
    I´m living in Rio, you´re right. The name "favelados" had called my attention. The word in portuguese would meen that we had something in common (laughing).I run to watch it.
    Then what a great surprise! I love it. What a wonderfull backgrounds and characters designs. Actualy I´ve loved it all.
    Have you been in Rio to feel it, take pictures, or get along the favela´s citizens?
    It is really impressive that it is just film made for a student. You´re very talented.
    May I publish a post in my blogger to tell the brazillian people about the film, and ask them all to watch it? It woud be a plesure for me.
    Let´s keep in touch.
    Best regards
    Ique

    ResponderExcluir
  16. Hi there!!
    Im really glad that you liked my student film. "Favelados".
    Both me and my Co Director, Laurent Rossi would love for you to publish a post on our work. You may put the film on your blog and share it with other Brazilians.
    You will see, down the right had side of my blog, a list of festivals and competitions "Favelados" has been in. We have had quite alot of interest in the film as well as many viewers on youtube too.
    There is also a website we made for the film: www.favelados.co.uk
    This is out of date now, but you can see more concept work, rough animation etc there.
    I'm very happy you would like to share our work and i hope we get a good response.
    Thank you once again.
    I look forward to hearing more from you soon.
    best wishes and kindest regards,
    tori.x

    ResponderExcluir
  17. Yuri,
    Do you speak portuguese? I did´t know that!
    Thank you!
    Best
    Ique

    ResponderExcluir
  18. Caro Ique,

    Gostei muito a troca de e-mails entre você e Felipe Martins. Vejo humildade e respeito andando juntos para um debate de alto nivel.

    Groet en tot zaterdag,

    Hans.

    ResponderExcluir
  19. Obrigado Hans,
    é assim que tem que ser, não é?
    Abs
    Ique

    ResponderExcluir
  20. Ique,

    Gosto muito do seu blog, mas já fazia um bom tempo que eu não o visitava. Nesse tópico eu tenho o dever de me colocar como economista, e de consequentemente afirmar que você está errado. Sou radicalmente contra o aumento da carga tributária, inclusive esse é o tema da minha dissertação de mestrado, mas a poupança é um invento tupiniquim para assegurar a manutenção do valor da moeda em tempos de inflação. Entretanto, como a inflação está em menos de 5% e os juros estão (finalmente) caindo, a poupança passou a se tornar um investimento mais interessante até do que os títulos do governo, fazendo com que o governo tivesse dificuldade de se refinanciar, o que impediria novas quedas dos juros. Por isso, foi necessário reduzir o ganho da poupança, para que essa não se tornasse um investimento melhor que o DI.
    Abraços
    João
    Ps: Espero ter tornado o tema mais claro, mas sem muito economês.

    ResponderExcluir
  21. João Ramos,
    Obrigado por mais esta visita. Você me tranquiliza, porque eu nem de longe tive a pretensão de estar certo em teoria econômica. Na verdade meu papel como chargista é questionar, debater e estimular o acordar do brasileiro pra cuidar de seu patrimônio que é esse grandioso país.
    Agumas coisas em economia não fazem o menor sentido, são incongruentes. Vamos lá: Num post do Felipe, que também entende de economia, tive a informação de que menos de 1% da população tem mais de 50 mil na poupança. Sendo isso verdadeiro, não faz sentido pra mim a preocupação do governo com a aplicação na poupança. O que o governo ganharia com isso não o refinanciaria. A grande pegadinha desta manobra econômica, a grande meta na verdade, é reduzir os ganhos de 99% da população que aplica suas economias lá. Impingindo, mais uma vez para a classe média, para o trabalhador brasileiro pagar a conta do refinanciamento das bandalhas.
    Se os políticos que formam cada governo desse país deixassem de se auto-assaltar, auto roubar, ele- o governo- automaticamente se auto-financiaria! Teriam em caixa o dinheiro necessário pra transformar essa terra maravilhosa num verdadeiro paraíso de se viver.
    Por que é que os economistas de plantão não criam, não acompanham o desenvolvimento tecnológico de outras áreas, arrumando uma solução, uma fórmula nova que afete de verdade esse 1% da população que detém 99% do poder econômico nacinal?
    Enfim, teorias temos um monte, até as minhas. Na prática vemos pouco acontecer, e é este o debate que me interessa muito.
    Forte abraço.
    Ique

    ResponderExcluir