sexta-feira, 24 de abril de 2009

La maja desnuda!

O ministro Joaquim Basbosa arrancou publicamente o manto sagrado da justiça, deixando exposta as entranhas dos bastidores do STF.

A justiça é cega, nós sabemos, mas nós não somos surdos, nem idiotas. Ouvimos claramente o Ministro Gilmar ser questionado sobre uma decisão pouco debatida, não ficando esclarecido se essa decisão equivocada foi por pressa, ou favorecimento à uma das partes. Não saberemos, mas podemos pensar o que quisermos, até porque o Ministro Gilmar mendes deixou escapar uma risada nervosa, muito sem graça e desconfortável naquele momento.

Esse bate boca entre o presidente do STF, Gilmar Mendes, e o ministro Joaquim Barbosa é a desmoralização do Supremo Tribunal Federal, nossa corte maior. Isso tudo com transmissão em rede nacional. Desavenças pessoais em local de trabalho devem ser resolvidas com maturidade, principalmente quando se tratam de dois ministros do Supremo, e um deles o presidente da casa. Foi feio, foi deselegante. Parecia briguinha de adolescentes de rabos presos. Pra um homem como o Ministro Joaquim, culto, equilibrado, experiente, lúcido, se permitir a perder as estribeiras fazendo acusações daquela natureza, algo estranho existe.

Como se não bastasse o corporativismo do legislativo que esperneia pra manter suas benesses, o judiciário também tratou de se proteger, soltando imediatamente uma nota de apoio ao seu presidente pra abafar a crise, colocando panos quentes no embate. Mais vale preservar a instituição do que entrar no mérito da questão, mas eu gostaria de entender a profundidade de uma das acusações: Quem tem capangas em Mato Grosso é o quê? Mafioso, coronel, ou chefe de quadrilha? Se isso não é crise institucional dos donos da verdade, eu não sei mais o que é.

Sabemos que isso vai dar em nada, lógico. Por isso, acho que pra aproveitar esse momento em trajes íntimos, a nossa justiça velha de guerra desgastada e exausta, deveria aguardar as coisas voltarem ao normal descansando e pegando um bronze na praia de Ipanema. Sem esquecer a cervejinha bem gelada pra esfriar a cabeça. Afinal de contas, ninguém é de ferro, muito menos a justiça.

20 comentários:

  1. CHARGE NOTA MIl.
    Vida longa para o honrado ministro Joaquim Barbosa.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, bela charge e ótimo texto!!! Concordo plenamente!

    ResponderExcluir
  3. Voce esta cada dia melhor , parabens

    ResponderExcluir
  4. Até que enfim alguém coloca esse sacripanta do Gilmar Dantas (mais um plantado pelo nefasto príncipe dos sociólogos) em seu devido lugar. As decisões do sujeito, sempre beneficiando os amigos malfeitores (desculpem o pleonasmo), jogam na lama qualquer pretensão a seriedade que possa existir no STF. O ministro Barbosa, aparentemente o único sensato, senão sóbrio, do tribunalzinho de fancaria, apenas verbalizou o que uns poucos brasileiros bem informados gostariam de dizer: "O senhor não está na rua; o senhor está na mídia, afundando a credibilidade da justiça brasileira". Exageros à parte (achar que justiça brasileira existe é, no mínimo, não levar em conta o paradoxo entre os dois termos), o ministro Joaquim Barbosa quase lavou a minha alma. Só não lavou porque foi elegante - e eu, se estivesse no lugar dele, não seria. O senhor Gilmar Mendes não afunda a credibilidade da justiça brasileira porque ela não existe, mas contribui decisivamente para que o arremedo de justiça que o STF representa torne-se mais ainda motivo de chacota e de desconfiança. Dá-lhe, Barbosa!

    Vade retro, Mendes. Saia à rua. E não volte ao STF.

    ResponderExcluir
  5. É lamentável, não só na opinião do blogueiro, que se põe numa condição membro de claque, quanto aos comentários que fogem, completamente, da realidade. Batista não foi ríspido. Foi mal educado, irascível, precipitado, demonstrando sua dificuldade de convivência, não só com seus pares, mas sobretudo com o mandamus da lei.

    ResponderExcluir
  6. Que post ridículo Sr. Ique. Quer dizer que Joaquim Barbosa se tornou herói nacional por xingar o presidente da Suprema Corte. Feito isto se concedeu 1 semana de folga (mais uma), remunerada com o nosso dinheiro. O ministro faltou na sessão e tentou esconder sua falta de disposição para o trabalho acusando Gilmar Mendes de sonegar informações. Mentira ele é que faltou e não leu direito o processo. Para se tornar herói de verdade precisaria mais do promover baixarias. Deveria dar andamento aos mais de 15.000 processos em sua mesa, especialmente o caso do mensalão? Mas ele não vai desagradar seu padrinho Lula e já avisou que o julgamento não sai antes das eleições de 2010. Você acha que ajuda o país se comportando como líder de torcida organizada? Porque não se informa melhor antes de escrever tanta besteira?

    ResponderExcluir
  7. Mario Fortes
    Fiz uma visitinha ao seu Blog. Ficou claro que não sou eu quem se põe na condição de membro de claque. Aliás mais do que isso, você se coloca na condição de parasita de toga, da espécie Amblyomma cajennense, talvez. Os comentários sentenciados por você como fora da realidade, só são comentários e opiniões contráras as suas.Isso te incomoda muito, e é perfeitamente compreensível pra quem se acha mais realista do que o rei. A liberdade de expressão incomoda muita gente, e um chargista incomoda muito mais.
    Nossa justiça é corrupta sim, é lenta sim e é absurdamente prepotente e arrogante .
    Eu não inventei nada, só emiti a minha opinião de jornalista e cidadão preocupado com a instituição que está com os fundilhos de fora.
    Forte abraço
    Ique

    ResponderExcluir
  8. Sr. Anônimo,
    Pra alguém que supostamente defende a instituição e me chama de chefe de torcida organizada, o sr. deveria ter mais coragem e pelo menos se identificar. O seu post anônimo não merecia nem resposta.
    Me parece que torcida organizada é a sua, claramente a favor do presidente do STF. Na minha charge e no meu comentário, eu só ilustrei os fatos, e em nenhum minuto eu chamei ninguém de herói. Isso está na sua cabeça de ditador de regras que não suporta que pensamentos contrários contundentes o incomodem. Pessoas como o sr. com o poder nas mãos são extremamente perigosas.
    Abs
    Ique

    ResponderExcluir
  9. Arcanjo,
    Meu post e seu comentário incomodaram muito o "baixo clero" dos togados. O Deus do supremo não pode ser incomodado senão os puxa-sacos de plantão ficam em polvorosa.
    Viva a democracia e a liberdade de expressão.
    Forte abraço
    Ique

    ResponderExcluir
  10. Obrigdo Jorge Moacir,
    O assunto ajudou bastante na charge.
    Abs
    Ique

    ResponderExcluir
  11. Marcio Diemer,
    Obrigado amigo,
    Abs
    Ique

    ResponderExcluir
  12. Devo admitir que suas charges são boas, bem desenhadas e perspicazes. Até mesmo as do episódio STF.

    Mas seus comentários políticos medíocres, previsíveis e cheios de lugares-comuns. Você está por fora.

    Que curioso paradoxo, hein? No nanquim, você consegue se expressar bem, no texto, uma lástima. Sapateiro, atenha-se às suas sandálias!

    Por mais que não se goste de Mendes, seu mandato como presidente é rotativo e está perto do fim. Já apoiar a atitude de Barbosa é inadmissível. O STF é um colegiado corporativo destinado a guardar a Constituição, não um sindicato ou uma reunião de condomínio. "As ruas" são sempre as PRIMEIRAS a rasgar a constituição e a ordem legal, com paredóns e afins.

    Triste país que, na mão dos petistas, quer "democratizar" (sic) tudo. Barbosa é um idiota útil para esta caterva terminar de desestabilizar o país.

    ResponderExcluir
  13. Marcelo Crepaldi - Campo Grande/MS26 de abril de 2009 01:19

    Grande Ique!
    Quem vive em Campo Grande/MS, e conhece suas ligações com a capital morena, sabe de onde vc tirou inspiração pra retratar Ísis, a Deusa da Justiça, do modo como fez na charge, eheheh...
    A obra, que se encontra à frente do fórum de Campo Grande, formalmente é um monumento ao mau gosto; substancialmente, retrata bem o quadro da nossa justiça sul-mato-grossense - e, provavelmente, da justiça brasileira inteira.
    Parabéns pelo post e pela charge!

    ResponderExcluir
  14. Marcelo Crepaldi,
    Obrigado pelo carinho. Realmente a cidade morena me inspira muito. Não é só a justiça Sul Matogrossense, que conheço muito bem, que é esse descalabro. A justiça brasileira está desmoralizada e em crise profunda. Só não vê quem não quer. E se continuarem assim, vão acabar desestabilizando o país.
    Forte abraço
    Ique

    ResponderExcluir
  15. Senhor Samuel Maice,
    A internet é sensacional. Hoje sabemos com quem estamos falando a partir de uma simples consulta no Google. Muito prazer!
    Me alegra muito e me deixa realizado ver que meu blog com minhas charges, meus textos e "comentários políticos medíocres, previsíveis e cheios de lugares-comuns "(sic)atingiram como um Upper cut do Mike Tyson no queixo dos reacionários de plantão. E olha que a pretensão é só ser um blog de humor bem simples e irreverente. No final da ditadura quando comecei fazer minhas charges no JB, já havia passado por agressão semelhante.
    Por falar em ditadura, os comandantes daquele tipo de regime tambem acham, assim como o senhor, que "As ruas são sempre as PRIMEIRAS a rasgar a constituição e a ordem legal, com paredóns e afins" (sic).
    E para calarem as ruas, o senhor conhece bem o expediente usado: repressão, intimidação, ameaça e agressão, se necessário for. Matar é só uma consequência.
    Mas a história nos diz outra coisa. Diz que "As ruas" nos devolveram o regime democrático, nos livraram do governo Fernando Collor, e saíram em defesa do Betinho, quando ele foi acusado de usar verba desviada por um certo advogado de plantão. Isso pra citar apenas esses três casos.
    Enfim, dá pra entender sua cólera, sua ira e sua agressividade com uma opinião contrária a sua.
    Fique tranquilo, seu empurrãozinho me estimula ainda muito mais e me diz que estou na direção certa.
    Esteja sempre a vontade pra fazer parte desse mundo do humor. A casa é sua.
    Forte abraço
    Ique

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Ique, adorei essa: "Quem tem capangas em Mato Grosso é o quê? Mafioso, coronel, ou chefe de quadrilha? ", mas gostei ainda mais dos seus "comentarios mediocres" em resposta a provocacao burguesa. Nao se deixe intimidar por quem pensa que escreve bem so porque conhece meia duzia de palavras bonitas... palavra de escritora! até a proxima charge. Bia

    ResponderExcluir
  18. Bia,
    Alguns esquizofrênicos autoritários tentam na truculência calar aqueles que não estão em consonância com suas idéias. Essas mentes perigosas devem ser ignoradas simplesmente.
    Obrigado pelo seu carinho
    Beijos
    Ique

    ResponderExcluir
  19. IQUE. vc é um homem bom. faz suas críticas
    mesmo correndo o risco de ser criticado.
    suas charges são na lata! a hipocrisia reage
    com medo de ser descoberta por opiniões como
    a sua.
    ser chargista é isso: ter peito sem usar colete.

    abs. CASSO

    ResponderExcluir